SHOPPING CART

A internet avança pelos lares brasileiros e ainda tem gente dormindo

obc_dormindo

A internet e a os celulares estão conquistando mais e mais espaço nas casas dos brasileiros. Recentemente o Comitê Gestor da Internet no Brasil, entidade mista composta por representantes do Governo Federal e da sociedade civil, divulgou dados da pesquisa onde se avalia a penetração de novas tecnologias no dia a dia do brasileiro.

Esta foi uma ampla pesquisa que baseou-se em mas de 21 mil entrevistas nas diversas regiões do país, tanto nas cidades quanto nas áreas rurais. E os resultados apontam que os bons anos de economia estável produziram avanços significativos no tocante às novas tecnologias no Brasil.

Os equipamentos mais comuns nos lares ainda permanecem os mesmos, ou seja, Rádio e TV. Cerca de 98% dos lares brasileiros possuem ao menos um aparelho de TV e ¨86% contam aparelhos de rádio. Porém outros itens como o telefone celular estão presentes em 78% das casas no país.Curiosamente, o número de usuários de telefones móveis é bem maior do que a quantidade de donos de aparelhos – 75% dos brasileiros usaram celular em 2009, embora somente 59% possuam um. Esta discrepância se deve em utilização “coletiva” de pessoas de uma mesma família por um mesmo aparelho, principalmente nas classes C,D e E.

O alto custo das ligações é um fator determinante para que 90% dos planos de telefonia sejam pré-pagos. Outro dado econômico importante é que apenas 6% dos brasileiros utilizam o celular para acessar a internet. Na classe A esse índice pula para 23%. Outro reflexo do peso do celular no orçamento dos brasileiros é o aumento do uso da telefonia fixa, que vinha caindo desde 2005, mas que no ano passado teve leve subida.

No entanto, sem dúvida, o que merece destaque é o aumento da penetração dos computadores e da internet nos lares brasileiros. Hoje cerca de um terço dos nossos domicílios possui um computador e 26% das casas têm acesso à internet. Para entender este avanço, basta olhar para a taxa de crescimento dos computadores entre a população de baixa renda – ela chegou a 65% ao ano nos últimos 5 anos. O acesso à internet cresceu 95% ao ano no grupo com renda entre 2 e 3 salários mínimos. Mesmo assim, ainda existe algo em torno de 5 milhões de lares com computador e sem acesso à web, o que mostra o grande potencial da internet no país.

Outra novidade é a ascensão ao acesso à internet residencial. Desde o início do fenômeno das lan houses, em 2007, esta é a primeira vez que os domicílios foram mais usados pelos internautas do que os locais públicos de acesso pago. Com relação ao comércio eletrônico, 19% dos entrevistados  já compraram produtos ou serviços na web. No entanto, 52% usaram a rede para pesquisar preços, o que confirma a tese de que das as costas para a internet pode atrapalhar bastante as vendas nas lojas físicas.

Como tenho dito habitualmente, as empresas que atuam no mercado gospel brazuca ainda estão engantinhando em termos de aproveitar oportunidades no ambiente web. É impressionante e confesso, que decepcionante como algumas das principais empresas, sejam elas gravadoras, editoras ou mesmo sites noticiosos do meio gospel estão atrasados em termos de estratégias para a internet. Como parte de meu trabalho de pesquisa, diariamente visito entre 20 a 30 sites para acompanhar notícias, ver tendências e acompanhar o andamento dos projetos diversos e o que me deparo é com sites estáticos, sem atualização e com ferramentas absurdamente defasadas em uso.

Em termos de marketing, o futuro da web tem a ver com CRM, que nada mais é do que o bom e velho Marketing Direto com geração de banco de dados, análise do mesmo e ações diferenciadas e segmentadas visando atingir o público alvo de forma eficaz. É impressionante como as empresas ainda se utilizam de BANDO DE DADOS e não de um banco selecionado, apurado e dinâmico de contatos de clientes!

Como abordamos anteriormente, analisando a mais recente pesquisa de hábitos dos brasileiros quanto às novas tecnologias, há uma enorme potencialidade para a web e a telefonia móvel. Não posso afirmar de que já não há mais condições de se recuperar o tempo perdido pela inércia e ignorância pelas empresas que atuam no meio gospel nacional. Isso de forma alguma! Mas posso assegurar que cada dia passado sem procurar entender e se organizar para esta nova configuração do mercado é mais um passo na direção do encolhimento ou mesmo desaparecimento de empresas no mercado.

Ainda há tempo! Pense nisso!

——————————————————————

Mauricio Soares

11 Comments

Deixe uma resposta