Home Authors Notícias porVladymi Lacerda

Vladymi Lacerda

40 Notícias 4 Comentários

0 435

Nos últimos dias, talvez sofrendo de uma abstinência crítica, escrevi freneticamente muitos textos. Alguns destes materiais já foram publicados por aqui no blog. Outros foram arquivados para uma nova lufada de inspiração e ajustes complementares. Alguns textos são apenas fragmentos de um insight que resolvo guardar num arquivo para que num momento mais à frente eu possa recuperá-los e desenvolvê-los. Acumulo frases, títulos, pequenos releases, arremedos de textos, colagens de outros materiais que encontro na web ou mesmo publicado. Meu computador é um mundo todo próprio. Não sou muito organizado em se tratando desta faceta de minha vida. Às vezes clico num arquivo e ali encontro uma única palavra. Demoro-me às vezes a lembrar por qual motivo decidi que deveria guardar aquela simples palavra.

Por onde tenho estado ultimamente sempre tenho recebido felicitações e elogios pelo blog. Me impressiona ainda hoje ver o quanto de gente que costuma ler meus textos e aplicá-los em seu cotidiano. Já recebi mensagens emocionadas de como uma única frase escrita ali mudou por completo a vida de algumas pessoas. Acho muito interessante porque, na verdade, o ato de escrever para mim é algo extremamente prazeroso e até mesmo terapêutico. Acredito que não mais do que 30% dos meus textos conseguem romper meu próprio critério e acabam publicados no blog. Mas o meu objetivo ao reservar alguns minutos para escrever não é assumir um tom professoral, algo meio guru … nada disso! Na verdade, creio que o simples ato de escrever acaba me abrindo novos horizontes, novos pontos de vista, alargando meu conhecimento.

E por falar em conhecimento, quero aproveitar esse momento para trazer uma rápida mensagem aos jovens (e também aos nem tão jovens assim!) postulantes a uma carreira artística no meio gospel. Muito já falei por aqui, também em palestras, entrevistas, sobre a necessidade de se buscar o conhecimento técnico em prol de uma maior profissionalização e qualidade das atividades. No entanto, conversando com um jovem cantor recentemente, comecei a dar muitas dicas sobre como e o que fazer no início de sua caminhada no meio artístico. Só que entre questões de marketing, postura, estratégia, fiz questão de destacar que, principalmente nesse momento de largada, o mais importante para aquele jovem seria encher-se da presença do Espírito Santo! E comecei a trazer exemplos de algumas pessoas que conheci ao longo destes mais de 20 anos que vivenciaram experiências fantásticas com Deus e que depois suas trajetórias artísticas foram diferenciadas.

Sem dúvida, ter uma fonoaudióloga, manager, assessoria de imprensa, todo um staff por detrás ajuda bastante, mas nada se compara a ter uma experiência individual com Deus. Confesso que me assusta ver alguns artistas que não cultivam um tempo íntimo com o Senhor. Vejo que certos artistas entraram numa roda viva alucinada, correndo de evento em evento, de aeroporto em aeroporto e acabam até mesmo se afastando da leitura diária da Bíblia. E como você pode transbordar de algo que está vazio? Não há lógica nisso! Como você pode querer ministrar sobre as vidas de outros, se nem mesmo na sua vida você ministra? Temos que estar alertas para esse ritmo intenso do dia a dia! É muito bom ter uma agenda cheia, viajar pelo país, conhecer pessoas, ter uma vida confortável economicamente, mas de que adianta tudo isso se perdermos a intimidade com aquele que é o maior motivo de nossa existência?

Neste papo com o jovem artista trouxe o exemplo do pessoal do Toque no Altar que muito antes de estourarem em todo o país com suas canções, seus integrantes passaram durante meses evangelizando nos trens da Central do Brasil no Rio de Janeiro, estudando diariamente a Palavra, lendo diversos livros devocionais, sendo ministrados por diversos pastores … investiram tempo com Deus, buscaram e o acharam. Para este investimento, o retorno é garantido!

É por afastarem-se dessas questões elementares que, infelizmente, hoje nos deparamos com muitos artistas com suas vidas completamente destruídas. Não são poucos aqueles que acabaram isolados por não cultivarem amizades saudáveis. Alguns, mesmo tendo uma absurda fonte de receita ao longo dos anos, têm suas vidas financeiras no mais rubro vermelho atualmente. Afora os casamentos desfeitos, famílias despedaçadas, filhos em crise e toda gama de problemas. E o mais impressionante é que muitos destes mencionados, seguem viajando pelo país se apresentando nas igrejas, eventos e palcos como se suas vidas estivessem na mais absoluta calmaria.

Então, minha palavra neste momento é para que você, artista ou postulante a tal, dedique seu tempo para ter uma intimidade plena com o Criador. Converse com Ele. Estude sua Palavra. Sinta Sua presença. Clame pelo seu amor e misericórdia. Peça por novas estratégias, por sabedoria, para que pessoas boas possam cruzar sua vida. Distribua o seu amor. Invista em sua igreja local. Seja discipulado. Invista em tempo a sós com Deus. Encha-se da presença dEle. Fuja da rotina cotidiana que tende apenas a nos afastar do convívio com nosso Salvador.

E, finalizando, se você não é um artista, assim como eu, esse texto se aplica de igual forma. Nada é mais importante e maravilhoso do que um tempo de convivência intensa com Deus e sua Palavra. Aproveite este dia para começar esse projeto. Vamos juntos?

 

Mauricio Soares, apenas uma pessoa tentando melhorar a cada dia. Pai do Fernando, Leonardo, Benjamim e cada dia mais apaixonado por minha esposa, Renata.

Raramente consigo tirar umas horas em pleno fim de semana para ficar refastelado no sofá assistindo TV. Minha prioridade sempre é dar máxima atenção à família, mesmo que isso implique em passeios a shopping centers ou outras programações mais intensas.

Aproveitando meu momento de dolce far niente decidi assistir ao quadro de jovens cantores do Programa do Raul Gil.  É impressionante como mesmo crianças de pouquíssima idade se apresentam naquele palco com uma desenvoltura de gente grande! Esse talento nato é algo realmente inexplicável e é bastante interessante vermos como o carisma e talento artístico são diferenciais que surgem mesmo em pouca idade.

Ao analisarmos a história de grandes artistas que na fase adulta despontaram no meio artístico, 10 entre 10 relatam que desde crianças já possuíam uma tendência para a carreira artística. Parece até clichê, mas assim como quase todo presidente de banco ou de grandes empresas começou como office boy, grande parte dos artistas demonstraram aptidão para a carreira artística já na infância.

1 516

A quantidade de emails, tweets, torpedos, mísseis, ligações telefônicas, sinais de fumaça e até mesmo cartas (até me assusto quando recebo ainda este tipo de comunicação do século passado!) que recebo de artistas postulantes a uma atenção aos seus respectivos trabalhos, composições, gravações, CDs, DVDs, clipes no meu dia-a-dia é absolutamente enorme e trazem uma sensação de frustração bem grande sobre esse humilde blogueiro. Digo isso porque é humanamente impossível dar a devida atenção a todos que justamente me pedem atenção. E justamente o fato de não poder dar a devida atenção a todos é que me traz uma sensação bem desconfortável porque fico numa encruzilhada tremenda! Como tenho muitos afazeres na posição que ocupo, há uma enorme demanda e responsabilidade às minhas atividades usuais. No entanto, como sou um ser conectado quase que 24 horas por dia nas redes sociais e na web, então fico bastante acessível a estes tipos de abordagens.

Teve um certo momento em que eu respondia a todo mundo. Inclusive aos malas que no fundo no fundo só querem mesmo é te tirar do sério e chamar sua atenção. A estes hoje tenho duas formas de agir: o simples e funéreo silêncio ou então o radical block, neste caso livro de ficar me estressando por mais tempo do que o necessário. Hoje em dia, não me torturo quando não consigo dar a devida atenção a todas as solicitações. Permito-me priorizar algumas coisas que realmente são muito importantes e pelas quais serei cobrado mais à frente. Mas ainda assim, tento, esforço-me, busco mesmo, atender ao máximo de pessoas que de alguma forma querem apresentar seus trabalhos.

E foi num fim de tarde que recebi uma solicitação pelo twitter de uma pessoa querendo meu email. Respondi-a por DM e minutos depois recebi um email apresentando o trabalho daquela determinada jovem cantora. Assisti uns vídeos indicados, li toda sua mensagem, visitei seu site oficial. Ao fim, transmiti-lhe palavras de incentivo, sugeri que continuasse trabalhando firme e que não abandonasse a leitura do Observatório Cristão. Dias depois recebi um novo email daquela cantora pedindo por uma oportunidade na gravadora em que sou diretor. Ela dizia que estava vinculada à gravadora X, mas que seu contrato estava prestes a acabar e que ela gostaria de ter uma oportunidade numa outra empresa (…)

Este caso me fez pensar num texto para nosso blog. Uma jovem artista, talentosa, decidida, ainda buscando seu espaço no mercado. Uma gravadora minúscula, desatualizada, distante das tendências do mercado, ainda focando exclusivamente no meio físico. Vale a pena para esta jovem artista insistir nesta relação com uma gravadora que pouco ou nada acrescentará à sua carreira? Até que ponto estar 100% independente é um risco que vale a pena?

De que forma eu deveria aconselhar aquela cantora? Manter-se numa empresa que notadamente não está satisfazendo-a ou optar por seguir um caminho independente? De forma bastante didática, entendo que neste caso específico a artista deveria ter uma conversa franca e direta com sua gravadora. É importante que a cantora exponha suas insatisfações, metas, sonhos, anseios, projetos. É fundamental que a gravadora apresente seu plano de trabalho em curto e médio prazos. Após esta conversa franca e profissional, sugiro que as partes estabeleçam um plano de trabalho. É importante que as tarefas sejam bem definidas, inclusive com prazos e investimentos.

Por mais complicada que seja a relação com a gravadora, entendo que caminhar independente é sempre a opção mais difícil. Então, creio que o caminho seja de uma parceria bastante transparente entre a gravadora e o artista. A gravadora não pode enganar o artista apresentando ações que efetivamente esta já sabe que não irá realizar. A pior relação é aquela em que falta respeito e confiança! É importante que a gravadora explique claramente até onde pode ir no trabalho de divulgação e marketing. O artista, por sua vez, precisa arregaçar as mangas e fazer um trabalho paralelo suprindo as falhas ou dificuldades que a gravadora tenha a realizar.

Somente se a situação tornar-se insustentável é que o artista deve considerar a possibilidade de caminhar com pernas próprias! Caso o artista perceba que a gravadora mais atrapalha do que ajuda, aí neste caso, a mudança de postura e atitude são inevitáveis! Então, o que todo artista deve cuidar, independente de estar ligado a uma gravadora ou não, é cuidar de sua plataforma web, de sua assessoria de imprensa e da qualidade de sua agenda de eventos. Estes 3 são os pilares para uma carreira artística neste momento: web, imprensa, agenda. É óbvio que nada disso se sustenta se o artista não tiver talento e um produto de qualidade! Mas entendendo que estes aspectos são condição sine qua non de qualquer artista, vamos apenas destacar estes 3 itens.

Hoje todo artista deve ter um site oficial dinâmico, prático e de fácil navegação. Basicamente as pessoas quando entram num site de artistas querem ter acesso à agenda de eventos (esta deve estar SEMPRE muito bem atualizada! Não adianta listar eventos de Janeiro de 2009), galeria de fotos (Nada daquelas fotos de shortinho em casa após uma faxina ou no aniversário da Vovó Dinda em 1989), contatos e biografia (não precisa contar a história desde a maternidade, seja sucinto!).

A assessoria de imprensa é um investimento que vale a pena, mas cuidado com os ACESSORES ou coisas do gênero. Também muito cuidado com o que vai ser divulgado. O papel do assessor de imprensa é fornecer informações interessantes sobre o artista e seus projetos. Também é função do assessor buscar espaço nas mídias para o artista. E por fim, invista na qualidade de sua agenda. Contrate um bom assessor para cuidar de sua agenda de compromissos. É fundamental que este profissional seja absolutamente organizado, educado e ágil. Estas são 3 características inerentes ao bom assessor de agenda! Nada de colocar aquele cunhado desempregado que já passou por 87 empregos nos últimos 6 meses para cuidar de sua agenda! O risco é enorme e ele será todo e exclusivamente seu!

Para a artista em questão minhas últimas sugestões foram exatamente estas: converse com sua gravadora, ajuste todos os pontos de conflito e faça corretamente a sua parte! Não transfira responsabilidades! Esteja sempre pronta a tomar uma decisão de seguir num novo rumo sem que isso se seja traumático para sua vida e principalmente carreira.

P.S. #1 – Muitas pessoas que leram nosso último texto sobre a lista de pessoas que contribuíram para o crescimento do mercado de música gospel no Brasil me cobraram pela inclusão de outros nomes. Como eu comentei no próprio texto, jamais consideraria aquela lista como definitiva! Não mesmo! Reconheço que muitas outras pessoas tiveram e têm uma participação importante em todo este processo. Portanto, não precisam se exasperar ou criar levantes contra o blog. Numa outra oportunidade farei uma nova versão revista e ampliada da lista e publicarei no blog.

P.S. #2 – O Encontro Internacional dos 42 leitores do Observatório Cristão está confirmado para dia 21 na Expo Cristã em frente ao stand da Sony Music. Caso você, leitor assíduo, não puder estar conosco neste dia, sem problemas, mandaremos o boleto bancário com a multa pela ausência diretamente em sua residência!

P.S. #3 – Quero agradecer os prêmios que estarei recebendo no mês de setembro. Um prêmio será conferido pela EBF Eventos a profissionais que se destacaram e apoiaram a Expo Cristã nos últimos 10 anos. O outro prêmio foi conferido pela Revista Show Business como destaque no mercado gospel. Muito obrigado pelo carinho e reconhecimento! Vamos que vamos!

________________________________________________________________________________

Mauricio Soares, publicitário, jornalista, colunista da Revista Consumidor Cristão, Comunhão e outros veículos, consultor de marketing, blogueiro.

0 733

Os dias que antecedem a Expo Cristã são de intensa correria e muito trabalho. Digo isto como forma de justificar minha ausência com textos inéditos no Observatório Cristão nestes últimos dias. Apesar de que neste período de silêncio blogueiro, nenhum dos 42 leitores assíduos me cobrou por alguma novidade. Talvez tenhamos perdido os 42 leitores para algum site de fofocas de celebridades ou coisas do gênero (…)

1 501

Olá pessoal, primeiramente FELIZ 2011 depois de um ano de 2010 de intenso trabalho, depois de várias realizações e conquistas chegamos em 2011 e, o que podemos esperar deste novo ano? Bom, certeza absoluta que o Observatório Cristao continuará se empenhando para trazer para vocês novidades, entretenimento e dicas, dicas que certamente os ajudarão no decorrer da vida artísticas ou tecnológicas de vocês, para dar início ao primeiro post tecnológico de 2011 venho comentar sobre o Google Chrome OS.

Para quem não sabe o Google Chrome OS è um sistema operacional projetado pelo Google para trabalhar exclusivamente com aplicações web.


O sistema operacional foi anunciado em 7 de julho de 2009, mais só teve sua versão estável lançado durante o segundo semestre de 2010, no dia 7 de Dezembro. A interface de usuário uma abordagem minimalista, assemelhando-se ao navegador Chrome (na minha opinião o navegador Chrome é o melhor navegador na atualidade, leve, rápido e básico é tudo que preciso), a nota triste é que o Google Chrome OS não estará disponível em downloads para instalaçao, em vez disso, o sistema operacional só virá em hardware específico de fabricação dos parceiros do Google. O browser será a única aplicação residente no dispositivo, pois o Google Chrome OS é destinado aos usuários que passam a maior parte do seu tempo de uso de computador navegando na Internet.

Bom, dado o input inicial tomei a liberdade de disponibilizar aqui um post super interessante retirado do www.gizmodo.com, esse pessoal ai trabalhou por 5 dias utilizando somente o Google Chrome através do netbooks Cr-48 parte de um “teste piloto”, além do post em si estou disponibilizando  o review de Jason Chen só para vocês matarem um pouquinho da curiosidade hehe.

1 315

Apesar de representar apenas uma pequena fatia na educação e socialização em nosso país, os números da inclusão digital vêm crescendo consideravelmente; e isso é muito bom.

Uma nova modalidade de inclusão digital que tem crescido é o aparelho de telefonia celular, através de seus diferentes formatos, como voz, web, sms e outros.

Segundo informação divulgada pela Anatel, em abril de 2009 havia oito celulares para cada dez habitantes. Isso representa mais de 153 milhões de assinantes no

Serviço Móvel Pessoal (SMP), com mais de 1.3 milhão de novas habilitações (crescimento de 0,86%), apenas em março de 2009.

Os maiores crescimentos da teledensidade em março foram registrados no Maranhão, Amapá, Amazonas, Alagoas e Pará. É isso mesmo: pontos distantes dos grandes centros que, talvez, você nem imaginasse que tivessem sinal.

Analisando esses números e as atuais mudanças na forma de oferecer conteúdo e entretenimento, me deparei com algumas informações que me fizeram refletir sobre esse tema. De todo esse universo, 81,61% são pré-pagos e apenas 18,39% póspagos, sendo que desses pré-pagos, muitos utilizam o aparelho apenas para receber ligação. (Anatel, abril de 2009).

Segundo pesquisa da Nielsen realizada no quarto trimestre de 2008, cerca de 16% dos consumidores só usam o celular para voz e 25% usam o celular para voz e mensagem de texto. Apenas 19% usam serviços de valor adicionado, como acesso a web, envio de mensagens mms, Apps e outros.

Esses dados por si só já seriam um bom argumento. Não basta ter um aparelho celular para estar incluído digitalmente. Mas ainda há outros pontos que gostaria de analisar com vocês.

Segundo pesquisa do Yankee Group, a expectativa é que em 2013 a venda de Smartphones atinja 38%. Segundo as próprias operadoras, quem tem esse tipo de aparelho gasta cerca de 20% a mais no final do mês na conta telefônica. Com a velocidade frenética e o avanço das tecnologias mobile, esses números poderiam ser bem mais animadores.

Com o advento da tecnologia 3G, a previsão é que o número de acessos à web através de celular aumente ainda mais.

Sendo assim, de alguma maneira o celular acaba excluindo digitalmente grande parte dos usuários. Ou você tem um iPhone ou fica de fora. Se tem, pode baixar milhares de aplicativos. Se não tem, fica na vontade. Alguns concorrentes começam a se mexer, mas os usuários têm sede de informação.

O mercado de telefonia móvel podia tomar a internet como exemplo. A internet ganhou um incrível número de usuários e popularizou-se graças à redução do custo dos computadores pessoais e o surgimentos das Lan Houses, que levou o acesso a rede a locais e pessoas com poucos recursos. Com isso a inclusão digital também deu um enorme salto. A redução nos custos da navegação através de banda larga também contribuiu, e muito, para isso acontecer. Com isso, todos saíram

ganhando. Essa inclusão através das redes de telefonia celular também pode ser acelerada com planos de telefonia mais baratos e pacotes de dados mais acessíveis.

Todos sairão ganhando, clientes, operadores, empresas, etc.

fonte: imasters

Apesar de representar apenas uma pequena fatia na educação e socialização em nosso país, os números da inclusão digital vêm crescendo consideravelmente; e isso
é muito bom.
Uma nova modalidade de inclusão digital que tem crescido é o aparelho de telefonia celular, através de seus diferentes formatos, como voz, web, sms e
outros.
Segundo informação divulgada pela Anatel, em abril de 2009 havia oito celulares para cada dez habitantes. Isso representa mais de 153 milhões de assinantes no
Serviço Móvel Pessoal (SMP), com mais de 1.3 milhão de novas habilitações (crescimento de 0,86%), apenas em março de 2009.
Os maiores crescimentos da teledensidade em março foram registrados no Maranhão, Amapá, Amazonas, Alagoas e Pará. É isso mesmo: pontos distantes dos
grandes centros que, talvez, você nem imaginasse que tivessem sinal.
Analisando esses números e as atuais mudanças na forma de oferecer conteúdo e entretenimento, me deparei com algumas informações que me fizeram refletir
sobre esse tema. De todo esse universo, 81,61% são pré-pagos e apenas 18,39% póspagos, sendo que desses pré-pagos, muitos utilizam o aparelho apenas para receber
ligação. (Anatel, abril de 2009).
Segundo pesquisa da Nielsen realizada no quarto trimestre de 2008, cerca de 16% dos consumidores só usam o celular para voz e 25% usam o celular para voz e
mensagem de texto. Apenas 19% usam serviços de valor adicionado, como acesso a web, envio de mensagens mms, Apps e outros.
Esses dados por si só já seriam um bom argumento. Não basta ter um aparelho celular para estar incluído digitalmente. Mas ainda há outros pontos que gostaria
de analisar com vocês.
Segundo pesquisa do Yankee Group, a expectativa é que em 2013 a venda de Smartphones atinja 38%. Segundo as próprias operadoras, quem tem esse tipo de
aparelho gasta cerca de 20% a mais no final do mês na conta telefônica. Com a velocidade frenética e o avanço das tecnologias mobile, esses números poderiam
ser bem mais animadores.
Com o advento da tecnologia 3G, a previsão é que o número de acessos à web através de celular aumente ainda mais.
Sendo assim, de alguma maneira o celular acaba excluindo digitalmente grande parte dos usuários. Ou você tem um iPhone ou fica de fora. Se tem, pode baixar
milhares de aplicativos. Se não tem, fica na vontade. Alguns concorrentes começam a se mexer, mas os usuários têm sede de informação.
O mercado de telefonia móvel podia tomar a internet como exemplo. A internet ganhou um incrível número de usuários e popularizou-se graças à redução do custo
dos computadores pessoais e o surgimentos das Lan Houses, que levou o acesso a rede a locais e pessoas com poucos recursos. Com isso a inclusão digital também
deu um enorme salto. A redução nos custos da navegação através de banda larga também contribuiu, e muito, para isso acontecer. Com isso, todos saíram
ganhando. Essa inclusão através das redes de telefonia celular também pode ser acelerada com planos de telefonia mais baratos e pacotes de dados mais acessíveis.
Todos sairão ganhando, clientes, operadores, empresas, etc.

1 327

Como as coisas vem e vão em um curto prazo de tempo né? o que era novo há uma semana atrás, hoje já começa a se tornar obsoleto.

Toquei nesse assunto porque resolvi falar de smartphone, de como esse mercado cresceu em tão pouco tempo.

O número de assinantes dos serviços navegação curva-a-curva em smartphones cresceu 57%, do primeiro semestre de 2009 até julho de 2010, segundo uma pesquisa feita pela empresa analista de serviços wireless, Berg Insight.

Essa estimativa de mercado mostra o uso da navegação pelo celular.

A Berg Insight estima que essa base de assinantes cresça, em nível anual, cerca de 33%, alcançando 195 milhões de usuários em todo o mundo, daqui a cinco anos.

Porém, nos Estados Unidos, onde os navegadores GPS já atingem 70% dos usuários, os serviços de navegação para smartphones alcançam apenas 8% do total da base de assinantes de serviços para dispositivos móveis.

Uma grande fatia desses usuários usam a navegação como parte de um pacote de serviços, juntamente com plano de voz e dados do seu operador móvel.

De acordo com a Berg Insight, operadores móveis e prestadores de serviços estão acelerando seus esforços para criar experiências diferenciadas de navegação, com conteúdo local único para competir contra os serviços gratuitos.

Berg Insight prevê venda de 560 milhões de aparelhos móveis com GPS em 2012

De acordo com uma nova pesquisa da Berg Insight, as vendas de aparelhos móveis com GPS deverão crescer de 175 milhões de unidades em 2007 para 560 milhões em 2012, um aumento anual de 26,2%.

“O ano passado marcou a entrada do GPS em tecnologias além das redes CDMA e o lançamento de produtos da Nokia e outros”, comentou André Malm, analista de Telecom da Berg Insight. “Esse ano esperamos ver uma abundância de novos modelos com suporte para GPS e de diversas marcas. Em 2009, o GPS será uma necessidade nos aparelhos móveis”.

A Berg Insight acredita que a crescente penetração do GPS em tecnologias GSM/WCDMA criará uma onda de inovações no campo de serviços baseados em localização. “A disponibilidade de dados acurados de posição em dispositivos móveis criam novas oportunidades para procura local, navegação e aplicações de redes sociais”, completou Malm.

Mercado de Apps e Wap tem crescido a cada dia que passa, pensando nisso já comecei a projetar o Wap da SanyMusicGospel, se o mercado cresce, se cresce a quantidade de novos adéptos aos serviços smartphone a SonyMusicGospel não poderia pensar em outra coisa além de estar presente também nesta ferramenta.

Imagina, você utilizar no seu dia a dia, em sua viagem seja de carro, trem, metrô um smatphone que consiga através dele ter acesso aos vídeos, notícias e stremming dos seus artistas favoritos? Taí, uma boa idéia né? Agora é trabalhar para expandir essa ferramenta em nosso mercado.

Vladymi Lacerda é WebDesgner e trabalha na Sony Music e desistiu de lutar contra tendências da nova geração, eu quero meu SmartPhone.

Fonte: GPS Business News