Home Mercado Fonográfico Dicas Infalíveis para Seu Insucesso

Dicas Infalíveis para Seu Insucesso

Dias atrás tive a agradabilíssima experiência de visitar a sede da empresa Achou Gospel na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. A Achou Gospel é uma das mais, se não a mais, importantes agências de management de artistas do meio gospel. E em meio a conversas, muitos causos, troca de experiências e acima de tudo, um bom papo descontraído com os dois sócios da empresa, Eduardo Custódio e seu irmão Fabinho, começamos a comentar sobre erros e acertos de alguns artistas ao longo de suas trajetórias.

Vivendo, todos os três interlocutores, 24 horas próximo ao cotidiano de artistas, seria mais do que natural de que esse tipo de conversa surgisse em meio a de tantos outros assuntos. E aí, no meio do bom papo, Fabinho me perguntou se haveria uma guia para o sucesso ou algo do tipo. Num relance respondi-o que não deveria existir um manual, um guia para o sucesso, mas que certamente haveria uma série de regras elementares para o fracasso. E foi com esse insight que começo a mais uma escrever um texto para nosso blog que a cada dia vem tornando-se mais e mais relevante no meio gospel.

Efetivamente não há regra para o sucesso. Se houvesse, não teríamos tantos artistas talentosos sem alcançar o merecido Olimpo em suas carreiras.

Bastaria apenas seguir criteriosamente cada quesito do manual do sucesso e em questão de pouco tempo, a glória, a fama, a pompa e tudo mais, seriam alcançados! Mas em contrapartida, entendo que há um conjunto de ações e regras que possibilitam o fracasso, ostracismo, decepção e infortúnio. Como dizem na linguagem popular: “É tiro e queda! Funciona que é uma beleza!”

Então, se você pretende errar fragorosamente em sua carreira artística ou mesmo fechar todas as portas para o sucesso, então anote e pratique com máximo afinco cada uma destas dicas que elencaremos na sequência. É importante frisar que para você alcançar os objetivos do insucesso você deverá ter muito foco, determinação, disposição e principalmente perseverança!

Uma das principais regras para o insucesso, sem dúvida, é a auto-imagem. Sim! Você precisa ter uma excelente imagem de seu talento, de seu perfil, de sua categoria e principalmente de sua absoluta superioridade acima de todos os demais artistas do universo. Você é demais! A música, na verdade, se divide entre antes e depois de você nascer, nascer não! De você estrear e abrilhantar o mundo com seu carisma e genialidade! Você é o máximo! Simplesmente não há nada que se compare a você!

Assim bem como você está léguas à frente de todos os demais, é importante também frisar que não há mais nada que você precisa aprender para desenvolver seu talento ou conhecimentos. Você é a pessoa mais inteligente que há no mercado! Você realmente sabe de tudo! Marketing, produção musical designer gráfico, publicidade, jornalismo, expressão corporal, astronomia, cinema, literatura, composição, xadrez, moda, filosofia, culinária, psicologia, teologia, física quântica, engenharia mecatrônica … nada!

Absolutamente nada escapa ao seu intelecto de personalidade super dotada! Então, saiba que você sabe tudo e não precisa de ninguém para ensiná- la o que fazer!

Seguindo o conceito do “eu me basto!”, você jamais, nunca, em tempo algum, deve permitir que um mero produtorzinho que tenha ganho alguns prêmios por aí assuma o controle de sua obra musical! Quem além de você poderá entender toda sua genialidade?

Difícil hein?!?!? O certo é que você jamais busque ajuda externa em seus projetos musicais. Nunca deixe que um profissional diga o que você deve ou não gravar! E, caso você tenha algum produtor que consiga atender sua necessidade, mantenha-o ao seu lado nos próximos 30 anos. Nem pense em trocar de produtor, afinal todos sabemos que “em time que se está ganhando não se pode mexer!” (mais um ditado! Que falta de criatividade!) O ideal mesmo é você sempre se auto-produzir! Além de mais econômico, te poupará de ficar negociando o que é inegociável, ou seja, a sua opinião!

Uma outra dica importante para que você alcance plenamente o insucesso é jamais ousar! Pra que ficar inventando moda se todo mundo quer ouvir a mesma coisa? Nada de novidades! Apenas repita as fórmulas de sucesso que pululam nas programações das rádios pelo país. Se a moda é falar de perseguição e humilhação, então faça um repertório recheado de canções que contem histórias de pessoas ultrajadas, açoitadas, constrangidas, amarguradas, pisoteadas, amordaçadas, que comiam marmita fria e coisas do tipo. Se a moda for “voar sobre as nuvens”, então prepare sua roupinha de superman e saia por aí voando pela fé, saracoteando em cima do mar ao lado de anjos, querubins, serafins, severinos e arcanjos! O importante é sempre seguir as tendências, principalmente se estas tornaram-se sucesso nos últimos 5 anos!

Não acredite nos profetas do futuro! Essa história de que a web e a tecnologia são o futuro do mundo são “histórias para boi dormir!”(mais um ditado, eita!) e você com um ser supremo jamais irá acreditar nisso, certo? Mantenha-se umbilicalmente ligado às tradições! Não invista em um site próprio, atualizado, cheio de ferramentas e novidades. Tenha apenas um aparelho de fax, nem mesmo um computador, nada disso! Outra dica que vale a pena: não perca seu tempo investindo em redes sociais, isso é coisa de gente mexeriqueira e sem ter o que fazer! Esconda-se do público! Mantenha-se no melhor estilo “eremita das cavernas” e jamais caia na tentação de contratar uma assessoria de imprensa. Mais uma vez: quem melhor do que você para falar de si? Então não invista em nada além! O seu talento e carisma são suficientes para sua carreira!

Com relação aos músicos, nunca pense em montar uma banda de apoio! Você e seu playback a tira colo são mais do que suficientes! Imagina você ter que aturar aqueles músicos com suas manias!?!?!

E como eles comem não? Parece um bando de famélicos somalis atacando os lanches após cada apresentação nas igrejas e eventos! Ô que povinho!

O ideal é você ter apenas o bom e velho playback do lado. Playback no CD mesmo, nada de computador ou outra traquitana mais moderna. Se o CD pular, você começa a falar, profetizar … enrolar a platéia até que um novo playback surja nas mãos do sonoplasta.

Mais uma vez quero reforçar a dica! Não creia em profissionais! Eles querem apenas tungar oseu suado dinheirinho! Não contrate assessor de imprensa, manager, fonoaudiólogo, web designer, fotógrafo ou qualquer outro consultor.

No campo dos investimentos, para que você conquiste o seu objetivo de não fazer sucesso nacarreira artística a melhor opção é direcionar seus recursos em automóveis e roupas. Como todos sabemos, automóveis são um investimento seguro, de alta liquidez e de rentabilidade absurda! Como um artista conhecido por muitas pessoas você precisa sempre preocupar-se com o que os outros pensarão de você, portanto, mesmo que o automóvel seja comprado em suaves 72 prestações com 328% de ágio, o importante é estar com um carrão do ano! E o seu guarda-roupas deve ser completíssimo!

Não esqueça-se daquele casaco de pele para aguentar as baixas temperaturas do verão brasileiro. Além do mais, o casaco de peles protegerá sua garganta de alguma lufada mais intensa de ar! Proteja-se!

Outra dica importante: procure lançar o seu CD a cada 9 a 10 meses. Hoje em dia o povo é muito volúvel né? É tão imediatista! E para atender a essa “demanda” não dê importância à escolha do repertório. Apenas se preocupe naquela canção “carro-chefe”, afinal depois que inventaram essa história de single, um CD precisa mesmo só de uma única música boa pra “puxar o trabalho”.  De preferência essa música deve ser daquele compositor que emplacou sucessos para 583 cantoras e tem que ter aquele refrão bem “chiclete”, sabe?

E a relação com o público? Ah! Isso é uma ciência que deve ser tratada com máxima atenção! Não atenda-os nunca após os eventos. Imagina?!?!

Aquelas pessoinhas suadas, querendo tirar fotos, pedindo autógrafos em qualquer pedaço de papel e que sempre tem algo super engraçado pra contar!!!

Ah! Não dá né? Procure cercar-se de seguranças mal encarados, daqueles treinados pelo BOPE, Hezbollah ou o Mossad, tanto faz! Se você é mais sofisticado e tem um produtor de palco, então oriente-o a brigar com toda a equipe de produção local. Que ele coloque esses seres inferiores no lugarzinho deles!

Atender ao conselho de pastores, prefeito ou mesmo à filha do empresário que pagou tudo, nem pensar! Que eles te assistam na área VIP que já está bom demais!

Povinho no seu devido lugar e você , o TOP of TOP do Show Business Gospel, devidamente isolado em uma distância segura!

Se você é chique e tem um assessor para agenda. Oriente-o da seguinte forma: marque 3 compromissos num mesmo dia. Atenda o telefone apenas quando realmente não tiver mais nada a fazer. Pergunte logo sobre quanto será o cachê! Nada de “oferta de amor”. Pagamento só com 6 meses de adiantamento! Num primeiro contato, finja que a agenda está lotada! Especule sobre melhores cachês!

Mude de “tabela de cachê” de acordo com a “cara do cliente”. Treine-o numa escola de arte cênica. “Vá que” ele precise criar uma história de que você sofreu uma parada cardio respiratória durante um sequestro relâmpago nos dias em que você não tem a mínima vontade de trabalhar, isso sempre funciona!

Outra importante dica é seguir os conceitos de uma pseudo-celebridade-casada-com-alguém-realmente- famoso que proclamou uma releitura da Bíblia onde esta, descarta a necessidade de se frequentar uma igreja. Na verdade, por que ir à igreja? Por que ficar sentada no meio da platéia se o seu lugar é sempre o palco? Por que sujeitar-se aos puxões de orelha de um pastorzinho? Por que abrir mão de algumas horas de descanso para assistir cultos ou pregações?

Já estou prestes a aterrissar em mais um vôo e com isso vou me despedindo por aqui. Imagino que se você realmente pretende se esforçar para alcançar o insucesso, estas dicas que listamos acima, irão contribuir positivamente para alcançar seus objetivos. É óbvio que outras ações de auto-sabotagem podem ser incluídas neste nosso manual que não tem a mínima pretensão de ser um tratado definitivo, afinal, sabemos que a raça humana é pródiga em novas conquistas e superação. Feliz insucesso!

Mauricio Soares, blogueiro, colecionador de miniaturas de bicicletas e de casos espetaculares no meio artístico gospel tupiniquim.