Pra não dizer que não falei de flores ou preparando-se para a Expo Cristã 2011!!!

wtp

Mais uma vez aproveito meu tempo de embarque para escrever um texto para o Observatório Cristão. Desta vez estou retornando ao Rio de Janeiro após uma rápida permanência na capital paranaense.

Para vocês entenderem como funciona a “Democracia OBC” meus textos são sempre enviados para o censor-mor Carlos André que não só critica a qualidade do texto como em grande parte das vezes age como uma espécie de consultor preventivo de dores de cabeças e saias justas. Ele sempre lê os textos antes de serem publicados interpretando da pior forma possível para que assim, poupemo-nos de eventuais desdobramentos negativos por uma colocação mal colocada.

Ao longo destes dois anos de existência do blog, vários textos foram censurados, cortados, reescritos ou mesmo eliminados sumariamente. Talvez pós-morte desse abnegado blogueiro estes escritos possam ser reunidos numa espécie de “dossiê para maiores” do Observatório Cristão. A posteridade dará a derradeira resposta sobre essa questão!

Então, atendendo à sutil indicação do censor-mor, meu texto escrito ontem no circuito Rio-Curitiba foi devidamente engavetado e a sugestão foi de que eu escrevesse algo mais ameno, algo do tipo Poliana, Lulinha Paz e Amor ou Alice no País das Maravilhas.

Então, o primeiro assunto que me vem à mente é justamente o próximo grande evento do mercado evangélico que acontecerá no mês de setembro na cidade de São Paulo. Trata-se da maior feira de produtos cristãos, não mais da América Latina, mas de todo o mundo, a Expo Cristã que acontecerá de 20 a 25 de setembro no Pavilhão de Eventos do Anhembi.

Apenas para registro, eventos similares à Expo Cristã acontecem nos EUA, berço do mercado religioso e no México. Sinceramente não tenho conhecimento sobre eventos similares a estes na Europa ou na Ásia. Nos EUA, a CBA reúne os principais lojistas, varejistas e fornecedores do mercado religioso que concentra não somente empresas do gênero evangélico como também católico. A convivência entre esses dois segmentos, católico e evangélico, por lá se dá de forma bastante civilizada. Por aqui no Brasil essa civilidade parece ser bem menos possível, pelo menos nos próximos anos.

A CBA já foi considerada a maior feira de negócios do mercado religioso mundial, mas em função das mudanças de comportamento do consumidor norte americano e, principalmente das dificuldades econômicas naquele país, a feira foi minguando ano a ano e hoje talvez represente 50% do que foi tempos atrás.

Nos EUA também acontece tradicionalmente a Expolit, feira de negócios religiosos exclusivamente voltada para o mercado latino. O evento que sempre acontece nos meses de maio em Miami também sentiu significativamente as mudanças da economia na região e hoje reduziu sua força drasticamente.

No México, a Expo Cristiana é uma feira que acontece nos meses de outubro na capital do país e é focada exclusivamente no mercado varejista religioso. O modelo segue bem de perto o projeto desenvolvido no Brasil onde o foco é centrado no mercado lojista, mas também considerando o público consumidor como prioridade em determinados dias do evento.

Comemorando seus 10 anos de realização, a Expo Cristã é o retrato fiel de um mercado em busca de uma identidade e consolidação. A feira que começou de forma tímida com pouco mais de 50 expositores hoje consegue reunir cerca de 300 empresas nos mais variados segmentos de negócios como gravadoras, editoras, confecções, agências missionárias, mídias especializadas, entre outras.

Tendo participado das 10 edições da Expo Cristã consigo ver claramente as mudanças de atitude dos lojistas e principalmente expositores no evento. A primeira fase da Expo Cristã, compreendida nos 3 primeiros anos foi notadamente caracterizada pela incerteza dos expositores e principalmente dos lojistas. A presença dos lojistas de todo o país foi crescendo timidamente ano a ano. Em contrapartida, a vontade dos expositores em acreditar no projeto foi crescendo sistematicamente por entenderem a importância de um evento no calendário nacional que reunisse todo o mercado.

Os 3 anos seguintes foram os tempos de pujança e desperdício por parte dos expositores. A disputa naquela época não era somente pelos grandes pedidos, pelos grandes negócios, mas também por qual stand impressionaria mais os presentes. Foi um tempo de latifúndios, áreas de 300 metros quadrados com projetos nababescos nos moldes do Templo de Salomão.

Na seqüência, o tempo das vacas magras chegou sobre a feira. Depois do ‘milagre econômico’ o mercado gospel bateu de frente com uma realidade bem menos animadora e os cortes foram drásticos nos investimentos atingindo diretamente a Expo Cristã. Foi o período da ausência de tradicionais expositores, da diminuição radical de espaços de stands e onde o clima de ‘fim de feira’ chegou a assustar algumas pessoas. Este período negativo durou exatamente 2 anos e ficou caracterizado como as duas edições mais feias esteticamente em relação aos stands da história do evento. Foi em uma destas edições que surgiu um mega stand de 400 metros quadrados ou mais reunindo outros subexpositores menores numa espécie de Feira da Sulanca, um desastre!

O interessante é que mesmo neste momento das ‘vacas magras’ o afluxo de lojistas só vem aumentando à feira. Parece que depois de anos e anos de distanciamento o evento entrou definitivamente no calendário e nas prioridades de lojistas do país.

No último ano, acompanhando os números positivos da economia brasileira, o mercado religioso reagiu e a Expo Cristã mais uma vez contou com uma presença maciça de expositores e lojistas. Estima-se que no ano passado mais de 150 mil pessoas marcaram presença nos 6 dias de evento. Justamente em 2010 notou-se o regresso de expositores que nas últimas edições optaram em não marcar presença no evento e a estréia de tantas outras empresas como Som Livre, Sony Music e Mapfre Seguradora.

Para o ano em que comemora sua décima edição, a Expo Cristã mudou de casa. Saiu do Expo Center Norte para o mais tradicional espaço de grandes eventos da capital paulistana, o Pavilhão do Anhembi. Restando exatos 30 dias de sua realização, mais de 98% da área de expositores já encontra-se devidamente negociada.

Representantes de empresas de vários países como Uruguai, Argentina, Colômbia, Chile, da América Central, EUA, Moçambique, Angola, Portugal estarão presentes. Mais de 200 caravanas de diversas cidades do país já confirmaram presença. Vários eventos paralelos estarão sendo realizados nos 6 dias do evento e são aguardados mais de 160 mil pessoas ao local.

Para quem pretende entender um pouco mais deste mercado é fundamental uma visita à Expo Cristã. Para quem quer conhecer as últimas novidades das empresas que atuam neste setor, não há melhor oportunidade. Para quem simplesmente deseja ver os artistas, pastores e autores bem de perto, a tietagem é liberada! Além de todos estes atrativos já mencionados, a oportunidade de adquirir produtos dos mais variados estilos é um programa bastante interessante a se fazer em família.

Quando me perguntam se estarei todos os dias do evento a resposta é sempre a mesma! Sim! Estarei morando na Expo Cristã por todos estes longos dias! Até porque entendo que como todo e qualquer ramo de negócios é importante que tenhamos uma feira do segmento. Além disso, a Expo Cristã é a melhor oportunidade para eu rever amigos, conhecer pessoas e principalmente ter um feedback instantâneo de como o nosso trabalho está sendo percebido pelo mercado.

Esta oportunidade de conversar com lojistas, de atender consumidores, de interagir com artistas, de estreitar relacionamentos com mídias ou simplesmente de poder respirar o mercado fora do conforto de uma sala refrigerada de frente para o mar, fazem um bem tremendo para mim como pessoa e como profissional.

No ano passado me emocionei com pessoas que simplesmente queriam me dar um abraço, dizer um alô, tirar uma foto ou mesmo me entregar um CD. Lembro-me, em especial, de um jovem de Vitória da Conquista/BA que viajou por 24h simplesmente para me dizer como os textos do Observatório Cristão serviram para estimulá-lo.

Percebo como é importante para as pessoas estarem ali ao lado de seus artistas preferidos e para isso faço questão de proporcionar a vinda do maior número de nomes de nosso cast. Nestes dias fico observando as atitudes de cada artista e no menor sintoma de estrelismo ou cansaço intervenho pessoalmente para que todas as pessoas sejam devidamente atendidas com máxima atenção.

Recordo-me que tempos atrás, uma determinada gravadora fazia questão que seus popstars circulassem pela Expo rodeados por um séquito de seguranças. O simples deslocamento de uma comitiva com aqueles brutamontes com seus ternos ao estilo MIB e óculos escuros já causavam tumulto e nem sempre o público demonstrava interesse por aqueles artistas.

Nossa postura é diametralmente oposta a essa “política de bolha”. Especialmente durante a Expo Cristã faço questão que todo o cast esteja acessível aos abraços, carinhos, apertos, beijos, autógrafos e toda e qualquer manifestação de carinho.

Portanto, se você ainda tinha alguma dúvida se valeria a pena participar da Expo Cristã 2011, sugiro que avalie positivamente esta oportunidade. Caso você seja um artista independente em busca de uma gravadora não há melhor lugar para conhecer os responsáveis pelas gravadoras que compõe o mercado gospel. Além das gravadoras, grande parte das mídias do segmento estarão por lá também e vale a pena conhecer cada veículo de comunicação.

Aproveitando a oportunidade, estamos convocando os nossos 42 leitores para o I Congresso Internacional de Leitores Assíduos do Observatório Cristão durante a Expo Cristã. Não teremos pauta de reuniões, debates acalorados, taxas de inscrição ou mesmo um auditório disponível. Simplesmente queremos abraçar pessoalmente um a um e colocar o papo em dia. A coordenação deste Congresso ficará por conta do @RonaldoCordas e @JonasPauloFS.

Nos vemos na Expo Cristã!

___________________________________________________________________

Mauricio Soares, jornalista, publicitário, blogueiro de textos ácidos entremeados por outros recheados de poesia, paz e amor e, ainda, alguém em vias de quebrar o recorde de 264 CDs e DVDs recebidos durante a última edição da Expo Cristã.

35 Comments

Deixe uma resposta